Make your own free website on Tripod.com

Minha casa tem uma trinca, será que vai cair?

Home
Conheça o Engenheiro Roberto Massaru Watanabe
Veja outros problemas de edificações
Tá com dúvidas? Envie um email.

As trincas, em geral, são ocorrências muito comuns nas casas e prédios. Surgem em função de muitas causas diferentes e costumam ser chamadas também como fissuras ou rachaduras.

FISSURA: Estado em que um determinado objeto ou parte dele apresenta aberturas finas e alongadas na sua superfície. Exemplo: A aplicação de uma argamassa rica em cimento apresentou, após a cura, muitas fissuras em direções aleatórias. 

As fissuras são, geralmente, superficiais e não implicam, necessariamente, em diminuição da segurança de componentes estruturais

TRINCA: Estado em que um determinado objeto ou parte dele se apresenta partido, separado em partes. Exemplo: A parede está trincada, isto é, está separada em duas partes. Em muitas situações a trinca é tão fina que é necessário o emprego de aparelho ou instrumento para visualizá-la.

As trincas, por representar a ruptura dos elementos, podem diminuir a segurança de componentes estruturais de um edifício, de modo que mesmo que seja quase imperceptível deve ter as causas minuciosamente pesquisada.

Lembre-se: no caso do Edifício Pálace II, no Rio de Janeiro, que caiu matando diversas pessoas, um dos moradores havia solicitado a opinião de um engenheiro uma semana antes e, este havia dito: "Isto é normal".

RACHADURA: Estado em que um determinado objeto ou parte dele apresenta uma abertura de tal tamanho que ocasiona interferências indesejáveis. Exemplo: Pela rachadura da parede entra vento e água da chuva.

As rachaduras, por proporcionar a manifestação de diversos tipos de interferências, deve ser analisada caso a caso e serem tratadas antes do seu fechamento.

trincas.gif

Roberto Massaru Watanabe é engenheiro e realiza Vistorias em casas e prédios há mais de 30 anos.
Você tem problemas na sua casa, fábrica ou apartamento? Então envie um email para roberto@ebanataw.com.br